Blog

17 de fevereiro de 2018

Projeto Polaris? Um novo Windows a caminho?

Traduzido e adaptado de digitaltrends.com
Jon Martindale

 

Desde o lançamento do Windows 10 em 2015, a Microsoft deixou claro que quer se afastar dos lançamentos de versões do sistema operacional (tipo Windows XP, Windows 7, Windows 8, etc) e adotou uma abordagem nova, mais singular e unificada. Já reuniu seu sistema operacional Windows 10 OS com o Windows 10 Mobile e a infra-estrutura Xbox Live – e a Polaris poderia ser o próximo passo nessa tendência.

Mas o que é o Windows Polaris? Embora ainda não tenhamos certeza, como a Microsoft não fez nenhum tipo de anúncio oficial, a linha de pensamento geral é que é o componente de PC na futura estratégia do Windows da Microsoft. O Windows Core OS atuará como base para todas as futuras iterações do Windows. Tivemos sugestões de que o sistema operacional Andromeda será a versão usada no celular, que pode ser usada em um futuro telefone Surface . Enquanto isso, o Polaris pode ser aquele que você executa em sua área de trabalho ou laptop.

Windows Core OS

O principal elemento necessário para fazer o Windows Polaris uma realidade é o Windows Core OS. Foi sugerido por fontes anônimas e relatórios desde os últimos meses de 2017, e é o sistema operacional base para que Polaris e outras iterações provavelmente sejam construídas por cima dele.

A ideia por trás do Windows Core OS é transformar a plataforma envelhecida do Windows da Microsoft em algo muito mais modular para que ele possa reagir mais rapidamente às mudanças no mercado (e convenhamos, muda muito rápido). Onde os OEMs que procuram construir novos dispositivos neste momento devem optar por versões pré-embaladas do Windows, possivelmente contendo recursos que não precisam, o Windows Core OS faria isso para que novas versões pudessem ser criadas especificamente para estes dispositivos, sem muito esforço.

O Windows Core OS significaria que qualquer novo fator de forma (aspecto físico, tamanho, forma, etc) do dispositivo poderia ter seu próprio sistema operacional Windows com tudo e, fundamentalmente, apenas os recursos que ele precisa. Isso deve, por sua vez, acelerar a vida útil da bateria, desempenho, e tornar toda a experiência mais fácil de entender para o usuário casual. Dessa forma, eles não seriam diferentes dos sistemas operacionais que passaram a dominar o espaço móvel nos últimos anos.

A Microsoft começou a se mover em direção a este ideal em 2015 quando unificou seu kernel e núcleo do sistema operacional em todos os dispositivos Windows. As aplicações UWP (Plataforma Universal do Windows) atendidas através da Microsoft Store são outro componente desse plano. Com esses elementos no lugar, a última peça do quebra-cabeça do Windows Core OS, conforme o WindowsCentral , é o Windows CShell . O CShell (Windows Cloud?) permite que a Microsoft e os fabricantes de dispositivos revelem a aparência do seu sistema operacional para dispositivos específicos, sem ter que reconstruí-lo desde o início.

Poderia até mesmo permitir que os modelos mudassem entre UIs, dependendo do seu uso no momento – um pouco como o funcionamento da continuação da Microsoft já existente .

Uma vez que esses componentes do Windows Core OS estejam no lugar, a Microsoft diz estar planejando lançar uma infinidade de variantes fora dessa linha base, cada um conhecido como “compositores” separados. Um deles é chamado de Andromeda, projetado para o celular Surface, enquanto se pensa que o Polaris é aquele destinado a PCs Windows tradicionais de vários fatores de forma.

Benefícios Polaris

Ainda que o SO do Windows Core seja uma forma de Windows que mais comumente espelha os sistemas operacionais móveis simplificados, como o Android e o iOS, a Microsoft não se esqueceu do mercado de desktops e laptops. Na verdade, de acordo com o Windows Central , o Polaris é a tentativa da Microsoft de retirar todos os elementos legados da experiência do Windows para perder um pouco de gordura e se tornar muito melhor com isto.

Ao remover alguns dos componentes legados que tornem o sistema operacional Windows moderno tão compatível com hardware e software do passado, ele deve operar mais rápido, especialmente em dispositivos de baixo custo. Sua segurança também será melhorada e poderemos ver uma melhor vida útil da bateria em dispositivos portáteis também.

Destinado mais a usuários ocasionais e possivelmente construído como um sucessor do Windows 10 S , o Polaris provavelmente se tornará mais fácil de gerenciar através de uma simplificação de configurações e sistemas back-end. Uma nova versão UWP do Windows Explorer deve tornar a navegação mais fácil para aqueles que não foram criados usando o Windows. Da mesma forma, o aplicativo de Configurações substituiria muitas das funções típicas do Painel de Controle, tornando o acesso a certas funções do backend mais intuitivo.

O que será perdido?

Um dos principais componentes que poderia simplificar tudo seria remover funções e recursos que fizeram parte do Windows das versões anteriores. Embora seja ótimo para usuários casuais que não precisavam de recursos avançados ou legados, para os mais versados ​​no uso do Windows, poderá haver algumas ausências notáveis ​​do Windows Core OS e do Windows Polaris especificamente.

O tradicional Explorador de Arquivos e o Painel de controle podem ser apenas a ponta do iceberg. Certos aplicativos como Paint e Notepad da Microsoft podem ser perdidos, ao lado de coisas como suporte de fax. Há mesmo a conversa sobre a funcionalidade do aplicativo Win32 sendo removida e sendo assim qualquer coisa não construída usando o UWP da Microsoft não funcionaria.

Embora pareça improvável que a Microsoft remova essa funcionalidade inteiramente – a sugestão é a virtualização e a transmissão em nuvem para permitir que aplicativos legados ainda funcionem no Polaris – a Microsoft tem sido muito empenhada em empurrar pessoas para a Microsoft Store. Existem benefícios óbvios para esse tipo de ecossistema e o Android e o iOS alavancaram seus próprios mercados de aplicativos com sucesso há anos, mas isso não é provável que seja uma “característica” do Polaris que atraia todos.

Como você conseguiu isso?

O Polaris é um projeto de desenvolvimento interno na Microsoft sem nenhum funcionário. Embora tenha havido alguma sugestão de que possa vir à luz do dia em 2019, isso está longe de ser certo.

Polaris deverá fazer aparecer em algum momento no futuro, porém, não será forçado a ninguém. Cogita-se que provavelmente funcionaria ao lado dos sistemas tradicionais do Windows 10, em vez disso, Polaris seria algo que os fabricantes poderiam oferecer para sistemas de nível de entrada ou como uma opção customizável para os consumidores. Certos segmentos de mercado com necessidades específicas, como educação e empresas, também podem ser públicos em potencial.

Devido ao modo como o Polaris foi projetado fora de um novo ecossistema de linha de base do Windows, também é improvável que haja um caminho de atualização para ou do Windows 10, como ele existe agora. Essa separação pode agradar os usuários do Windows que desejam o controle total oferecido por um sistema operacional Windows mais tradicional, mas seria interessante ver como isto seria absorvido. As edições existentes do Windows 10 levaram anos para ultrapassar a base de instalação do Windows 7 e Polaris poderia demorar muito mais se apenas dispositivos novos puderem suportá-lo.

Conclusão

Claro que não podemos afirmar nada uma vez que isto ainda está no âmbito interno da Microsoft. Mas vemos como algo interessante aos amantes do Windows que desejam um sistema mais puro. Sim, porquê mesmo o Windows 10 redesenhado precisou de preservar inúmeros sistemas legados e em sua maioria para manter compatibilidade 32bits. Penso que a abordagem em que se tenha uma linha de sistemas tradicionais e legados e outra linha com as características citadas do Polaris poderia trazer um novo ator para brigar com iOS e Android no futuro próximo. Vamos aguardar os próximos capitulos.

Noticias, TI
Sobre i3cti

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

× Como posso te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: