Blog

27 de setembro de 2018

Seu computador está lento? Intel Optane nele

Quem já não se deparou com a lentidão inesperada de seu equipamento de trabalho diário? Seja um PC ou Notebook, depois de algum tempo sem as devidas atualizações e Manutenções corretivas fatalmente o equipamento começa a ficar mais lento.

A tecnologia Intel Optane é inédita no mercado e serve para acelerar o seu PC. Com função intermediária entre a memória RAM e o disco de armazenamento, o recurso promete deixar o sistema mais rápido para realizar tarefas do dia a dia, abrir jogos e executar programas mais pesados, como o Photoshop e Autocad, por exemplo.

Um dos objetivos da Intel é oferecer alto desempenho aliado a bom custo-benefício para computadores com HD ou SSD.

Mas afinal o que é Intel Optane?

A Intel Optane promete ser uma alternativa com bom custo-benefício para acelerar o sistema em plataformas baseadas na 7ª ou 8ª geração do processador Intel Core. Com opções de 16 GB, 32 GB, ou 64 GB, o recurso funciona como um intermediário entre a memória RAM e o disco rígido para tornar o carregamento de informações mais rápido.

A solução é baseada na mídia de memória 3D XPoint, uma tecnologia de memória não volátil (NVM) da Intel e da Micron, e no recurso Intel Rapid, que melhora o desempenho e diminui o consumo de energia de tecnologias de armazenamento.

O Optane trata-se de uma tecnologia inédita no mercado e não tem nada a ver com SSD ou HD.  Devemos entender que a Optane é um novo tipo de tecnologia que está posicionada entre os dois componentes. O notebook ou desktop com HD ou SSD pode contar com a Intel Optane para melhorar o seu desempenho.

Como funciona?

O funcionamento da Intel Optane pode parecer complicado em um primeiro momento, mas, na teoria, é um pouco mais simples. A nova memória se comporta como um espaço onde os dados utilizados com frequência pelo usuário são armazenados. A “distância” para carregar as informações da unidade Optane é menor – o que torna a leitura de dados mais rápida por ela do que diretamente do disco rígido.

Em outras palavras, a tecnologia “aprende” quais programas, jogos ou tarefas você mais usa no computador e, assim, copia as informações mais frequentes. O objetivo é “encurtar” o caminho de leitura dos dados e, com isso, deixar o carregamento mais veloz.

Na prática, a novidade pode oferecer maior perfomance no carregamento de softwares em PCs com HDs mecânicos – com promessa de torná-los equiparáveis a computadores com SSDs. A Intel explica que, com 16 GB de acelerador de cache Optane, uma grande quantidade de memória RAM comum deixa de ser fundamental, por exemplo.

Em demonstrações para ações de marketing e divulgação, o desempenho de Notebooks com este dispositivo se mostraram extremamente satisfatórios. Os resultados para abrir aplicativos como Photoshop apresentaram desempenho acima de 10x em comparação com o mesmo produto sem a tecnologia.

É compatível com qualquer máquina?

Não, o usuário precisa conferir se o modelo de placa-mãe é compatível por meio do site oficial da Intel. A memória Optane pode acelerar apenas unidades baseadas em SATA (unidades de estado sólido, unidades híbridas de estado sólido, discos rígidos). É possível usá-la com unidades de 2,5″, de 3,5″ ou de fator de forma M.2, desde que estejam conectadas com trilhas do chipset.

Quais PCs já vêm com a tecnologia?

De acordo com a Intel, as seguintes marcas já contam com noteboks equipados com a solução Optane no Brasil: CompaqVaioAvellDellLenovo e Intel Nuc.

Quais tarefas ela pode acelerar?

Memória Intel Optane de 16 GB:

  • Uso mais comum;
  • Inicialização mais rápida;
  • Trabalho de produtividade de escritório;
  • E-mails, apresentações;
  • Varredura à procura de vírus;
  • Acesso à Web.

Memória Intel Optane de 32 GB:

  • Jogos e usuários profissionais;
  • Aplicativos de realidade virtual;
  • Edição de áudios, vídeos e gráficos;
  • Design com CAD em 3D e modelagem em 3D;
  • Trabalhos de animação.

Saiba os requisitos básicos para usar a memória Intel Optane:

  • Sétima geração (ou geração mais recente) do processador Intel Core;
  • Chipset Intel série 200 (ou mais recente);
  • BIOS UEFI pronto para a memória Intel Optane. Modos herdados de BIOS não são suportados;
  • Modo de controlador SATA de BIOS Intel configurado como “Intel RST….”;
  • Remapeamento habilitado no slot PCIe que contém o módulo de memória Intel Optane;
  • Sistema Operacional: Windows 10 x64;
  • Driver da tecnologia de armazenamento Intel Rapid 15.5 ou mais recente;
  • Nota: alguns recursos ou capacidades só são suportados em drivers mais recentes, por isso é recomendável usar sempre o driver mais recente suportado na sua plataforma.

 

Fonte: Techtudo, Intel Corporation

Lançamentos
Sobre i3cti

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

× Como posso te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: